Arquivo da tag: alho poró; sanduíche

Conversando com a comida.

Alho poró: meu companheiro de noitadas.

Não, este não é um post de auto ajuda gastronômica. Também não pretendo falar sobre nenhuma dieta bizarra que pregue uma melhor comunicação com os alimentos. Esta é uma história sobre indigestão. Sabe quando você come alguma coisa e horas depois continua sentindo o sabor da comida, firme e forte no estômago, na boca e na mente? É por aí.

Ontem, quando preparava um sanduíche de salmão defumado com alho poró (que adoro!), me empolguei e carreguei na hortaliça. Só que já era tarde e em algumas horas fui dormir. O resultado? Passei a noite conversando com a comida. Mais especificamente, com este ingrediente da família das liliáceas, que recentemente descobri ser chamado de “aspargo dos pobres” durante a Antiguidade.

Com o alho poró foi a primeira vez. Aprendi a lição. À noite é preciso maneirar. Já o pimentão verde foi banido da minha lista de comidas noturnas há tempos. Não desce de jeito nenhum e ainda rende uns pesadelos. Juro!

O meu problema, porém, não é necessariamente com comidas sustantes. Tanto que não tenho problema em comer carne à noite. São ingredientes específicos. Já bati altos papos com dentes de alho, com o pepino, com pimentões de todas as cores e formatos e até com melancias. A única saída para evitar a conversa é fugir deles.

O sanduíche é bom, mas cai melhor durante o dia.

Deixando isso de lado, o sanduíche de alho poró ficou delicioso. Para quem quiser fazer, aí vai a receita:

– ½ baguete;

– 4 tiras de salmão defumado;

– ½ alho poró cortado bem fino;

– 1 copo de iogurte natural desnatado;

– 50 gramas de ricota;

– sal;

– azeite extra virgem.

Para o molho é só misturar tudo. Azeite e sal a gosto.

Moleza!

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Ingredientes, Receitas